Vovô Christalino

Cristalino Jacob Na família Jacob, o amor pelo mar vem sendo passado de pai para filho a algumas gerações. Vagner aprendeu com seu pai, Adamastor, o que era o mar. Na adolescência, teve sua primeira experiência com construção náutica, ajudando o pai com o pequeno Disparate. Adamastor, por sua vez, aprendeu ainda na infância com seu pai os segredos náuticos. O Sr. Cristalino construiu para o filho um barco a remo para que Adamastor pudesse “brincar” pelas águas do rio Tietê. É dele a inspiração para o nome do Veleiro Christalino. Além do mais, o nome lembra um mar cristalino. O bisavô da história, o Sr. José Jacob, não construía barcos, mas sim carros de boi. Qual é a sua influência em tudo isso? O trabalho com madeira, empregada nos carros de boi… Não só a paixão pelo mar vem sendo passado de pai para filho, a arte de trabalhar e moldar a madeira também faz parte da família Jacob.

Por Jorge Luís Bilek

Dia: 1/04/2007 - arquivado em: Notícias